PROJECTO SAL

2017 - presente

“(...)O tempo cósmico é igual para todos, mas o tempo humano difere de pessoa para pessoa. O tempo flui da mesma maneira para todas as pessoas; mas cada ser humano flui pelo tempo de maneira diferente.”
- Yasunary Kawabata, em A Beleza e a Tristeza

experiências com cola em spray e sal marinho

Em constante crescimento, este projecto estará sempre aberto a novos formatos, elementos, pesquisas e experiências. Surgiu naturalmente em trabalhos anteriores então decidi explorar a razão pela qual o sal me interessa tanto. Tudo começa com a curiosidade e possibilidades que o material suscita. Depois vem a escrita, a pesquisa, a exploração - os resultados não são imediatos - Um processo é uma acção que se desenrola no tempo sem pressa ou objectivo final. É apenas uma constante procura.   

 

O ponto de partida foi perceber e identificar os diferentes tipos de sal, as suas origens e a sua produção. Portugal tem várias salinas e pontos de extracção de sal gema. No inicio do projecto foi importante visitar alguns destes espaços para perceber o processo de produção ou extracção e falar com os trabalhadores locais acerca da cultura do sal. Esta fase acabou por ser essencial no entendimento do material, a sua tradição e as suas possibilidades. 

IMG_3086.JPG

Ecomuseu Marinha da Troncalhada, Aveiro, Portugal

Depois de perceber o processo de extracção do sal marinho, começaram a surgir poemas, pequenos livros de apontamentos e desenhos. Juntei toda essa informação numa série de cadernos de processo que acompanhavam o percursos desde a minha primeira visita às salinas até às diferentes experiências que fiz com o sal. Explorei o processo de evaporação do sal marinho e testei a sua acção sobre ferro em tecido, criando padrões orgânicos. Tentei compreender como é que poderia fixar o sal solidificado e até comecei uma colecção de sal de diferentes partes do mundo. Para mim foi também importante perceber em que diferentes contextos podemos encontrar sal e que diferentes funções este pode ter: desde limpeza de estradas com gelo até à preservação de comida. 

IMG_0022_E.jpg
IMG_0018_E.jpg

experiências com cola branca e sal marinho

experiências com grés e sal marinho

 

 

 

Salgar a carne melhora o seu sabor natural. Talvez o sal me melhore a mim, melhore a minha carne em mudança. Salgar a carne também a conserva: gostava de ter conservado o que já fui – salgar uma melhor parte de mim.

"salmoura"

2018

vidro e sal marinho

slamping e processo de evaporação

3 peças 18x21x13 cm cada

IMG_0038_E.jpg
IMG_0040_E.jpg

 

 

 

Sobre um barco de chumbo preso num fundo de areia, uma viagem impossível ao que já não existe, ao medo da áspera superfície. O que vale é que o sal está por todo o lado, num fundo de areia, num fundo de pedras e, na sua pesada leveza, num barco ilha.

IMG_0047_E.jpg

"a presa"

2018

vidro soprado com molde, fio do norte, sal marinho, letras de decalque e chumbo

dimensões variáveis