HERBÁRIO

2017

herbarium_5 001.jpg

Desenvolvido a partir de recolhas pessoais, este Herbário incluí espécimes originais, referências fotográficas e impressões desenvolvidas sobre a técnica de gravura a topo.  Todos estes espécimes foram cuidadosamente seleccionados, sendo que todos estão ou estiveram presentes na minha realidade quotidiana e ambientes familiares. Todas são flores, a parte mais efémera de uma planta, contudo, a mais exótica.

Os desenhos são gravados numa matriz de madeira de goiabeira, nespereira, oliveira e sobreiro. A técnica de gravura a topo foi escolhida para este projecto devido ao seu carácter mais orgânico, criando uma proximidade entre os referentes e a impressão, que é maioritariamente manual.  

Herbário tem como definição colecção científica de plantas secas para estudo e conservação das mesmas - é então um objecto em constante mutação e crescimento, um objecto que numa acaba e que nunca se fecha.

herbarium_444 001.jpg

Herbário I

gravura a topo

caderno tamanho A4

12 páginas

2018

DSC0331335yt.jpg

Desde pequena que vou colhendo uma ou outra flor que me parece bonita. Escondo-as dentro de um livro para depois me esquecer delas. Na verdade é um acto de egoísmo: colher a beleza daquela planta e guardá-la só para mim. No entanto, é uma acção necessária de quem tenta guardar um pouco do mundo entre duas folhas de papel.

Um dia destes olhei para uma daquelas flores e comecei a desmembrá-la cuidadosamente. Apercebi-me da forma e da importância que cada uma daquelas pétalas tinha em separado e que dispostas por outra ordem dariam uma outra flor. O vidro trás a possibilidade de manipulação das peças, porém é um material que tem a mesma delicadeza e fragilidade de uma flor.

E_GUIMARAES.jpg
e4rtee.jpg

Herbário II

vidro 2mm e madeira

fusão e gravura sobre vidro

11x63x39 cm